Todas as mensagens tem o propósito de levar
Cristo Para Todas as Nações!

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Enfrentando perseguições


A liberdade religiosa nem sempre existiu. Desde o início de sua história, em diferentes contextos e momentos, a igreja foi odiada e perseguida. Muitos imperadores, reis, líderes religiosos, entre outros, perseguiram os cristãos de forma declarada ou disfarçadamente. Muitas pessoas também, por sua vez, sofreram pela causa da igreja e de Cristo. Alguns foram presos, torturados, outros açoitados e castigados e, ainda outros, mortos pela causa da fé cristã. Esses últimos são conhecidos como mártires. Eram cristãos convictos de sua fé que preferiam enfrentar toda sorte de perseguições, até mesmo a morte se fosse necessário, e jamais negar o Salvador. Eram cristãos fiéis que não abandonavam sua fé.

O reformador Martinho Lutero chega a afirmar que sofrer perseguição pela causa de Cristo é uma das marcas da igreja verdadeira. A história testemunha e evidencia os lamentáveis acontecimentos que se sucederam no passado com os seguidores de Jesus. A Bíblia relata um momento em que dois seguidores de Cristo são presos por transmitirem a mensagem cristã de vida. O livro de Atos dos Apóstolos, capítulo 4, versículos 1 a 4 (NTLH), nos conta que: “Pedro e João ainda estavam falando ao povo quando chegaram alguns sacerdotes, o chefe da guarda do Templo e alguns saduceus. Eles ficaram muito aborrecidos porque os dois apóstolos estavam ensinando ao povo que Jesus havia ressuscitado e que isso provava que os mortos vão ressuscitar. Então prenderam os dois e os puseram na cadeia para ficarem lá até o dia seguinte, pois já era muito tarde. Porém muitas pessoas que ouviram a mensagem creram, e os homens que creram foram mais ou menos cinco mil.”

Apesar dos sofrimentos, esse relato traz um “porém” que faz toda diferença. Em torno de cinco mil pessoas creram na mensagem divina da fé, do perdão, do amor e da ressurreição por meio de Jesus, pois ouviram a boa notícia da salvação trazida por Pedro e João. O fato de esses seguidores terem sido odiados e perseguidos demonstrou credibilidade e coerência no que criam e transmitiam. Vale a pena quando o que está em jogo é a vida eterna com Cristo. Tertuliano, que era um teólogo e foi um dos pais da igreja, afirmou: “O sangue dos cristãos foi a semente do Cristianismo.” Avaliemos nossa vida e atitude cristã, mesmo frente às dificuldades, obstáculos e perseguições! Que Cristo sempre esteja conosco!

Oremos: Senhor Jesus, obrigado porque pela força, determinação, coragem e fé dos primeiros cristãos eu posso hoje ouvir a mensagem da ressurreição. Amém.

Mensagem extraída do programa de rádio "Cinco Minutos com Jesus" - produzido por Cristo Para Todas as Nações – CPTN  - 01/06/2006

0 Responses to “Enfrentando perseguições”

Postar um comentário

 

Novidades no Blog

- Projeto MEMÓRIA: Contribua com fotos/dados/vídeos/informações/depoimentos sobre a CELPAZ. Vamos compartilhar neste espaço a história da nossa comunidade!
- Envie suas fotos para serem publicadas no blog da comunidade. Não esqueça de indicar a categoria (EB, Confirmandos, Jovens, Servas, etc.), data e local do evento.

500 anos