Todas as mensagens tem o propósito de levar
Cristo Para Todas as Nações!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A igreja comunica a vida – fundamentando


O enfoque da IELB para 2012 é "A igreja comunica a vida – fundamentando"



Quantas vezes já ouvimos sobre desabamentos de construções sem nenhuma causa aparente. Edificações onde os construtores se preocuparam, somente com a estética e o lucro. Baixando custos, lançaram um fundamento podre que não resistiu ao seu próprio peso.

Quando Jesus é relegado e, os construtores colocam suas próprias pedras no fundamento, que são distorções de ensinamentos bíblicos, a história se repete. No tempo de Jesus, os fariseus edificavam sobre fundamentos errados. Faziam da religião formalista e legalista, um meio de salvação. Rejeitavam e oprimiam o povo mais simples.

Obrigavam as pessoas a obedecer a regras, como o lavar as mãos, a lei do sábado e outros preceitos,fundamentando erroneamente sua religiosidade. Assim rejeitaram a Jesus, e também foram rejeitados. Hoje, mais do que nunca, muitos seguem líderes religiosos que têm escolhido outros fundamentos, distorcendo as principais verdades reveladas nas Escrituras ou acrescentando suas próprias doutrinas e visões.

Consideremos alguns exemplos: salvação por obras, rejeição da salvação por graça, teologia da prosperidade, teologia da glória, só o eu se sobressai, o culto do eu faço, eu glorifico, eu louvo, eu posso, eu quero – em detrimento do somente por graça. Doutrina da justificação mal compreendida ou nem anunciada, trocada por uma mera santificação que garante salvação. Jesus escanteado ou empoeirado, como nos tempos de Lutero. É preciso Voltar ao verdadeiro Fundamento, à “rocha poderosa”, ao Alicerce seguro, pois somente “O Senhor é a minha rocha poderosa e o meu abrigo!" (Sl 62.7).

Voltar ao Fundamento – “Rocha Poderosa” - Alicerce Verdadeiro e Eterno Eis o desafio! Está diante de nós e é muito simples, mas determinante: voltar ao Fundamento verdadeiro. “Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo” (1 Co 3.11), "a minha rocha poderosa". Agora, voltar significa mais do que aceitação como Salvador. Significa compromisso de seguí-lo como único Senhor.

É essencial conhecer bem este Fundamento para construir conforme a planta original dada por Deus, pois este já está colocado. Construir sobre a planta do evangelho que apresenta Jesus, a sua morte e ressurreição, que garante perdão dos pecados, “é por meio do próprio Jesus Cristo que os nossos pecados são perdoados. E não somente os nossos, mas também os pecados do mundo inteiro” (1 João 2.2 NTLH). “E o amor é isto: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e mandou o seu Filho para que, por meio dele, os nossos pecados fossem perdoados” (1 João 4.10 NTLH); não há salvação sem perdão, e este somente através de Jesus.

Através de nenhum outro meio ou mediador. Nenhum outro nome, pois “A salvação só pode ser conseguida por meio dele. Pois não há no mundo inteiro nenhum outro que Deus tenha dado aos seres humanos, por meio do qual possamos ser salvos” (At 4.12); e somente o sangue derramado de Jesus traz perdão para os pecados,“porque isto é o meu sangue, que é derramado em favor de muitos para o perdão dos pecados, o sangue que garante a aliança feita por Deus com o seu povo” (Mt26.28). Esse é o fundamento. Sobre o qual queremos construir sempre. E, nossa meta

FUNDAMENTANDO!, significa lançar este fundamento através do testemunho e do en-sino, em todas as oportunidades, aproveitando as portas que se abrem diante de nós. Não vamos permitir que nenhum cérebro capenga e doentio pense em nosso lugar. É esta verdade que queremos crer e ensinar.


O CENÁRIO
Este é o cenário de fundo da nossa temática. Deus nunca se ausentou da história dos homens; mas continua a construir e, a insistir em levar seu povo ao encontro desta ver-dade. E precisamos ter clareza de que Jesus não chama apenas um grupo de “especialistas” para dar testemunho. Necessário ter consciência de que isto nos diz respeito e que per-tencemos à igreja que Jesus envia em missão.

Jesus Cristo como o fundamento é realmente uma das imagens mais profundas e belas, mesmo que a palavra esteja meio desgastada, pois leva a outras palavras com conota-ções não muito adequadas, como fundamentalismo e fundamentalista, usadas em senti-do negativo. Até o verdadeiro cristão muitas vezes é carimbado com o rótulo de “funda-mentalista” e “intolerante”. As coisas se repetem e, “aqueles que têm transtornado o mundo, chegaram aqui”.

Realmente, quando se trata de questões de fé, precisamos mesmo ser fundamentalis-tas, até acho que somos os verdadeiros fundamentalistas, pois construímos nossa fé nesta verdade gritante, de que Jesus é nosso único e verdadeiro Fundamento. Construir sobre Fundamento seguro - é para onde nos remete a temática deste ano ao decidirmos pelo Fundamentando!

É sobre esta discussão e decisão rigorosa, de que temos em Jesus Cristo o nosso fundamento e que nenhum membro da IELB, que deseja edificar a sua vida de forma segura, utilizará qualquer outro que possam lhe sugerir. Precisamos sempre de novo reafirmar esta verdade, e redescobrir como ela perpassa todas as doutrinas da igreja. Faremos nossa boa contribuição, como igreja, se nos motivarmos uns aos outros e en-corajarmos a muitos para construírem suas vidas sobre este fundamento.

RECONSTRUÇÃO - REFORMA

Queremos refletir também que toda construção, ao longo dos anos, se desgasta, precisa de manutenção constante e até por vezes ser reformada ou reconstruída, mas jamais o Fundamento, neste não se mexe. A base continua a mesma. A forma de apresentação até pode mudar. Os tempos mudam e nos desafiam. O Fundamento não muda.

ALEGRIA

Também queremos nos alegrar com os novos construtores que dedicarão do seu tempo, seus dons e dos seus bens durante este ano. E novos construtores, são todos aqueles que serão acolhidos e integrados na igreja, através de ações conjuntas ou individuais, no testemunho e na busca daqueles que ainda se encontram afastados. E a todos que irão se dedicar neste ano que está começando, desejamos muitas bênçãos do Altíssimo nesta empreitada.

CRER NO FIRME FUNDAMENTO

Paulo declara aos Coríntios, na confissão espetacular, aprovada pela igreja de todos os tempos: "Eu passei para vocês o ensinamento que recebi e que é da mais alta importância: Cristo morreu pelos nossos pecados, como está escrito nas Escrituras Sagradas; ele foi sepultado e, no terceiro dia, foi ressuscitado, como está escrito nas Escrituras" (1 Co 15.3 e 4). O Crucificado e Ressuscitado salvador Jesus Cristo, o único Fundamento, faz parte da nossa mais bela Confissão de Fé.

Agora, se cremos neste Fundamento, então precisamos agir. A exemplo de Paulo, que lutava por este Fundamento, a verdadeira doutrina, sem o qual a pregação do evangelho puro estaria comprometido. Estamos metidos nisso, comprometidos mais do que nunca, ainda mais neste tempo pós-moderno, em que não existe mais “uma verdade”. Tudo é relativo. Cada um tem a verdade, a sua verdade. Precisamos viver a nossa e testemunhar dela.

Se deixarmos cada um construir sobre a sua verdade, fundamento com defeito, só pode dar errado. Uma teologia sólida é indispensável, e nós a temos. A mesma pela qual os primeiros cristãos lutaram. A mesma pela qual Lutero se doou, e que continua em nossa geração. Precisa continuar adiante, também nas gerações futuras, e nós temos este compromisso. Não estamos liberados da tarefa de manter este Fundamento. Precisa-mos continuar Fundamentando!

IR AO FUNDAMENTO QUE PERMANECE

Crer neste Fundamento significa construir. Significa ação, trabalho, envolvimento, com-promisso, ir até o Fundamento, trabalhar sobre ele, viver na força dele, suprir-se nele. Jesus Cristo é o único fundamento eternamente válido. Mesmo que o trabalho de um lí-der da igreja ou pastor se desenha como fracasso e, é retirado do braseiro como brasa puxada para fora, tornando-se num carvão apagado.

Mesmo que alguém vá neste cami-nho. Mesmo que não haja arrependimento. Mesmo assim, o Fundamento permanece e não sofrerá nenhum dano. Vale para todo o sempre. Aqueles que constroem sobre ele, permanecem para sempre. É nisso que acreditamos! Num bom Fundamento! O melhor Fundamento! Confiando sempre em Jesus. Demos graças a Deus por isso, e que possamos continuar Funda-mentado, construindo com sabedoria que vem do Alto. Indo e permanecendo firmes neste Fundamento!

Adilson Derly Schünke 
Coordenador Nacional do PEM

0 Responses to “A igreja comunica a vida – fundamentando”

Postar um comentário

 

Novidades no Blog

- Projeto MEMÓRIA: Contribua com fotos/dados/vídeos/informações/depoimentos sobre a CELPAZ. Vamos compartilhar neste espaço a história da nossa comunidade!
- Envie suas fotos para serem publicadas no blog da comunidade. Não esqueça de indicar a categoria (EB, Confirmandos, Jovens, Servas, etc.), data e local do evento.

500 anos